catalogo 2014 - marmitas

domingo, 3 de novembro de 2013

MAIS RAZÕES PARA SE ECONOMIZAR COM A MARMITA...


Orçamento do Estado para 2014 foi aprovado com um voto contra do CDS
01 Novembro 2013, 13:47 por Bruno Simões | brunosimoes@negocios.pt
Depois de dois dias de debate parlamentar, o Orçamento foi aprovado na generalidade e baixa agora às comissões, onde será discutido minuciosamente e eventualmente alterado. Rui Barreto, deputado do CDS eleito pela Madeira, votou contra.
O Orçamento do Estado para 2014, que inclui cortes nos salários da Função Pública a partir dos 600 euros e reduz os gastos com pensões foi aprovado com os votos a favor do PSD e do CDS. Toda a oposição votou contra, incluindo o PS. Mas não só: Rui Barreto, deputado do CDS do círculo da Madeira, também votou contra, à semelhança do que já havia feito em 2013.

Os deputados do PSD e CDS aprovaram não só a proposta de Lei do Orçamento do Estado para 2014 como as Grandes Opções do Plano. As votações foram iguais nos dois diplomas. Além do PS, votaram contra o PCP, o Bloco de Esquerda e os Verdes.

Rui Barreto enfrenta um processo disciplinar dentro do CDS por causa do voto contra do ano passado. Com este novo chumbo pode arriscar a expulsão do partido.

Os diplomas baixam agora à Comissão de Orçamento e Finanças, onde serão discutidos em pormenor com quase todos os ministros do Governo. Essa discussão começa já na próxima semana.

A votação final global do Orçamento, já depois de discutidas e aprovadas as propostas de alteração, está marcada para 26 de Novembro.